Mestrado E Doutorado Em Certo h1>O Jovem, A Educação E O Serviço

Acabou a hipocrisia. A leitura labial feita pelo programa Esporte Espetacular ilustrou ontem, de modo clara, o inspetor de arbitragem, Sérgio Santos, avisando abertamente ao juiz Sandro Meira Ricci. O gol de Henrique do Fluminense, contra o Flamengo, foi em impedimento. Porém Sandro iria atestar o que seria o empate em dois a 2, se não fosse Sérgio Santos. Ao ouvir, as duas frases, o juiz muda tua maneira.

Advertisement

E balança tua cabeça afirmativamente. Quer dizer, houve interferência externa. Fora o uso da tecnologia, vetado, na Fifa, jamais o inspetor poderia avisar o árbitro de coisa alguma. Sua função é cuidar do lado externo do jogo. Jamais intrometer-se pela partida. Está confirmado o erro de certo. Por Dentro De Um Colégio Interno No Exterior ficará sim manchado, desmoralizado de vez se o STJD não tomar providências enérgicas.

  • Crie um cronograma de estudos
  • “Online” ou “on-line”
  • Técnico(a) de Segurança do Trabalho I
  • Zero graus ou zero grau
  • Prefeitura de Bento Gonçalves
  • Backup - becape

O mais sério árbitro desse estado, que trabalhou em duas Copas do Universo, necessita ser punido. Ele não confirmou o gol irregular, pelo auxílio de um elemento exótico ao jogo. Fora isto, não relatou os absurdos treze minutos que a partida ficou parada e nem a invasão dos 2 times. O Fluminense precisa de fazer valer seus direitos e demandar a promoção de uma nova partida.

Advertisement

Peter Siensem, logo após a derrota do teu time por 2 a 1. Nos dias seguintes, o discurso havia mudado, não havia provas da interferência. A leitura labial desmoralizou também a presença do novo comandante da arbitragem no país. O tenente-coronel Marcos Marinho acreditou nas expressões de Sandro Meira Ricci.

Ele garantiu que ninguém falou nada sobre o lance. CBF quer. Ou seja, fazer de conta que não aconteceu nada. O inspetor de arbitragem, Sérgio Santos, entendeu que tua carreira necessita sofrer imenso estrago com a leitura labial. E tratou de oferecer entrevista postando que a ‘leitura labial’ foi errada. Só que foi ingênuo. Ou sendo assim, um dublê o substituiu pela hora que procurou o ouvido do árbitro, Sandro Meira Ricci.

Advertisement

Seu desmentido é, na PUC-SP Abre Inscrições Pra Cursos De Pós-graduação , tentativa de sobrevivência. A clara ação ilegal do inspetor e da tevê no Fla-Flu, influenciou toda a rodada do término de semana. O Palmeiras, que em tão alto grau reclamou na quinta-feira, foi ajudado pela arbitragem ontem. E também não marcar um pênalti claríssimo contra o Figueirense, o juiz Igor Benevuto confirmou o segundo gol palmeirense depois de lateral irregular.

A bola cobrada pra Gabriel Jesus tocou fora do gramado antes de surgir no atacante. O lateral foi ilegal. O árbitro imediatamente veio predestinado a nos prejudicar. Deu no primeiro lance visto que não saberia se teria outra oportunidade na área pra doar o pênalti para o Palmeiras. Foi vergonhoso. Todos saímos daqui como verdadeiros palhaços.

Advertisement

Já eu acho nenhuma que as coisas estão pré-acordadas. Poderíamos jogar até amanhã de manhã que não ganharíamos do Palmeiras, já que as coisas neste momento estavam preestabelecidas. Poderíamos até perder, não teria defeito nenhum, até seria um resultado normal, no entanto não do jeito que foi. Estudo Mostra Que Quem Tem Medo De Dentista Retrata Mais Dificuldades De Saúde Bucal não foi pênalti pro Palmeiras. Se isso é pênalti, o Guerrero sofre uma meia dúzia por jogo. São os erros de arbitragem desde o início de campeonato. Quando nossos inimigos sentem-se no certo de tomar uma vitória legítima, as pessoas irão afim de imprensa, convocam coletiva, falam em ‘pouca vergonha’, ‘manchar a imagem do campeonato’.

Depois que ficou escancarada a interferência, começou uma ‘operação abafa’. De repente, o trio que apitou o Fla-Flu foi convidado para apitar na Índia. Não trabalhará, entre quatro e seis rodadas do Brasileiro. A CBF alega que ganhou um ofício no dia 21 de maio. Convidando árbitros brasileiros pra trabalharem lá.

Share This Story

Get our newsletter